quarta-feira, 13 de maio de 2009

sábado, 9 de maio de 2009

MGM contou com cerca de 100 pessoas

video

Marcharam cerca de 100 pessoas na Marcha Global da Marijuana em Braga contra o probicionismo e a hipocrisia. Foi a primeira vez que Braga organizou algo desta envergadura possibilitando a Portugal passar a manifestar-se em quatro cidades diferentes pela legalização da Marijuana. Em quatro anos, a Marcha Global da Marijuana cresceu muito, tanto em número de pessoas a manifestarem como em números de cidades a organizá-la. Esperamos que para o ano mais marchantes e mais cidades se juntem a nós para alcançarmos o nosso objectivo final. Legalização! Esperamos todos os contactos de quem queira contribuir para a organização de mais eventos da MGM Braga e para as marchas dos próximos anos.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Petição para a Assembleia da República

Em época eleitoral consideramos que é útil e urgente que os partidos se pronunciem e tomem posição sobre esta matéria. Porque a proibição da canábis é uma política errada, quem a defende deve ser capaz de a justificar, algo que ainda não foi feito.
O objectivo da nossa marcha é por isso o objectivo da petição que aproveitamos para lançar. Esta petição é dirigida à Assembleia da República e está disponível on-line em http://legalizacao.pt.vu/.
Petição à Assembleia da República solicitando a legalização da canábis para auto-cultivo (cultivo para consumo próprio) e a sua venda em estabelecimentos autorizados a maiores de idade.
Não sendo inócua, a canábis é, das drogas ilegais, a mais consumida em todo o mundo. Apesar disso, a sua utilização não causa qualquer impacto negativo nos interesses colectivos da sociedade. E por isso, o Estado não tem o direito de proibir a sua utilização.
A proibição prejudica a saúde pública impedindo a aplicação de medidas de redução de riscos e fomenta a desinformação; promove o comércio ilegal financiando os grandes traficantes e desperdiça recursos na guerra ao tráfico e, apesar da descriminalização, continua a perseguir e a prender utilizadores. A proibição atenta contra a liberdade individual e o direito à não interferência do Estado na vida pessoal dos seus cidadãos.
A legalização protege a saúde pública, assegurando a não adulteração das substâncias e o acesso a informação correcta e credível; permite reduzir drasticamente o tráfico e contribuir com impostos para a educação, investigação e prevenção;
Por isso propomos a legalização da canábis para auto-cultivo (cultivo para consumo próprio) e a sua venda em estabelecimentos autorizados a maiores de idade.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Dia 9, às 15h no Arco da Porta Nova

MARCHA GLOBAL DA MARIJUANA 2009 BRAGA


A Marcha Global da Marijuana (MGM) é uma iniciativa internacional que reinvindica a legalização da marijuana. Realiza-se desde 1999 no primeiro sábado de Maio (este ano, excepcionalmente, no segundo sábado) e desde então já contou com a participação de 485 cidades por todo o mundo. Em Portugal a primeira MGM aconteceu em 2006 na cidade de Lisboa, tendo o Porto aderido em 2007 e Coimbra em 2008. Este ano pela primeira vez, Braga junta-se à MGM com uma concentração.

As propostas da Marcha:

- Remoção da Canábis e de todos os produtos derivados da planta das listas de substâncias controladas, anexas à lei 15/93 e das respectivas adições a estas listas.

- Desburocratizar e dar prioridade ao cultivo e à indústria de Canábis para a produção de energias renováveis (biomassa; biodiesel; etanol) e para a produção de fibra e pasta de papel, apostando numa produção sustentável com respeito pelo equilíbrio ambiental e pelas populações locais.

- Permitir que médicos e outros profissionais de saúde tenham a possibilidade de recomendar o uso de Canábis no tratamento terapêutico, sintomatológico ou para a melhoria da qualidade de vida, nomeadamente, a doentes de SIDA, cancro, em tratamento de quimioterapia, esclerose múltipla, glaucoma ou doença de Chron, entre outros que com o seu uso possam ter melhorias de saúde e qualidade de vida.

- Despenalização da posse, consumo e cultivo de Canábis e de todos os produtos derivados desta planta.

- Criação de regulamentação para o fornecimento, comércio e compra legal de Cannabis por adultos.

- Criação de regulamentação para estabelecimentos públicos onde o consumo
de Canábis por adultos seja permitido.


Em Braga a partida será no Arco da Porta Nova às 15h de sábado, dia 9 de Maio.

Quem vem e traz amigos?

domingo, 3 de maio de 2009

Marcha Global da Marijuana de Braga

A Marcha Global da Marijuana decorrerá no segundo sábado de Maio (9 de Maio). Iniciará com uma concentração às 15h no Arco da Porta Nova e depois seguirá pela Rua do Souto para terminar na Avenida Central.

Sai do armário e traz a tua faixa, a tua pancarta, os teus instrumentos musicais e vem com amig@s marchar pela legalização!

terça-feira, 3 de março de 2009

Construir a MGM em Braga

A Marcha Global da Marijuana conta com mais de 130 cidades por todo o Mundo, sendo três delas em Portugal (Lisboa, Porto e Coimbra). Mas chegou a altura de Braga também marchar contra o tráfico e a escravatura e a favor da legalização e da permissão do auto-cultivo da Marijuana em Portugal. É tempo para criar massa crítica na nossa cidade e levar o assunto ao debate. É tempo de construir uma plataforma que possibilite uma manifestação clara e positiva sobre uma posição tão fracturante como esta.
A sociedade civil portuguesa é rica em organizações, associações e movimentos que se têm batido por diferentes causas. Deve ser a MGM de Braga uma forma de contribuir para o enriquecimento desta sociedade. Somos tod@s necessári@s para construir um debate em Braga que desmistifique o tabu da Marijuana. É uma discussão útil e necessária que acabe com o marasmo, o conformismo e o comodismo.
Junta-te a nós enviando o teu contacto para mgm.braga[at]gmail.com e deixando os contactos de amig@s teus/tuas que aches que se possam interessar pela MGM. Tudo está em branco e por construir e podemos, e devemos, ser nós a lançar o rastilho que despoletará as manifestações necessárias sobre a legalização da marijuana.

segunda-feira, 2 de março de 2009

Marcha Global da Marijuana chega a Braga

"Somos uma plataforma apartidária e não-violenta de cidadãos conscientes, informados e, por isso mesmo, preocupados, que dispensamos um Estado paternalista que nos imponha o que podemos ou não consumir com base em teorias obsoletas e tendenciosas e em acções de uma ineficácia mais do que comprovada. Queremos poder consumir com dignidade e em segurança sem termos de recorrer a traficantes e “dealers” de rua que, à revelia de qualquer regra ou lei, sem a mínima ética e isentos de impostos, vendem produtos adulterados e sem o mínimo controlo de qualidade." Retirado do www.mgmlisboa.org